3 passos para um médico se aposentar em 12 anos

João Scognamiglio
Planejador de Investimentos
1/11/2018

Já imaginou, você como médico se aposentar em 12 anos? Deixar seu dinheiro “dando plantões” por você? Poder viajar, curtir a família e aproveitar seu tempo com as coisas que sempre gostou?

Pois saiba que isso não é um sonho exclusivo seu.

Médicos em geral, mas principalmente os médicos recém-formados, têm se preocupado cada vez mais com a excessiva carga de trabalho, e pensado mais seriamente na qualidade de vida que querem ter no futuro.

Não está mais nos planos passar uma vida inteira dando plantões e estudando sem parar e aproveitar a vida apenas na velhice.

Mas então, como se libertar do trabalho e ainda assim conseguir viajar e aproveitar sua família e amigos?

Neste artigo você descobrirá que não é preciso ser um milionário para alcançar esse objetivo. São três passos simples, mas que exigirão disciplina e planejamento, que tornarão possível um médico se aposentar em 12 anos.

Você aprenderá:

#1 Poupe muito: seja austero.

A formatura é um momento singular, especialmente para os médicos. Isso porque a maioria dos estudantes de medicina passa toda a faculdade sem ter qualquer tipo de estágio ou trabalho remunerado.

É apenas após 6 anos (ou mais) de muito esforço e dedicação, com o diploma e o CRM na mão, que os frutos dos anos de abdicação começam a brotar.

Mas, surge então um problema. Para quem sempre esteve acostumado a não ter um rendimento, o que fazer com tanto dinheiro?

Como não se sentir seduzido pelos desejos que antes não passavam de um sonho? Casa própria, carro do ano, viagens internacionais, e por aí vai…

O que muitos médicos recém formados não percebem é que, se não aproveitarem o momento para acumular patrimônio, poderão se tornar escravos dos plantões.

O erro mais comum

Pera aí. Mas comprar uma casa e um carro não é construir um patrimônio?

Depende.

Se você compra uma casa à vista, sim.

Se você faz um financiamento, não.

“Os ricos compram ativos. Os pobres só têm despesas. A Classe Média compra passivos pensando que são ativos.” (Robert Kiyosaki)

O mesmo serve para um carro, com o agravante que este tende a se depreciar ao longo do tempo. (Já escrevemos sobre isso em um outro artigo)

Ou seja, ao invés de realmente construírem um patrimônio, a maioria dos médicos compram dívidas acreditando que estão investindo.

É exatamente aí que o problema começa.

Escravo das dívidas, você não pode parar de trabalhar, senão não paga as contas. Viajar? Nem pensar. Adoecer e descansar em casa já é um luxo!

Ok, então como quebrar esse ciclo e realmente construir um patrimônio que vai trabalhar para você?

O primeiro passo para você como médico se aposentar cedo é simples: poupar

A sua chance de se aposentar em 12 anos é tão grande quanto a sua capacidade de poupar.

Quebrando o ciclo

O tempo necessário para você se aposentar dependerá de três fatores:

  1. Seu custo de vida
  2. O quanto você poupa
  3. A rentabilidade dos seus investimentos

Ao manter o seu custo de vida baixo, você poupará mais todos os meses. Isso torna o caminho para a sua aposentadoria muito mais rápido.

Se você pretende se aposentar em 12 anos, se prepare para poupar, pelo menos, 50% do que você recebe.

Não está claro? Vamos para um exemplo:

Imagine que você é recém formado e ganhe cerca de R$2.500 por semana com plantões. Em média, isso corresponde a um rendimento mensal de R$10.000. Você deverá dedicar R$5.000 por mês para pagar suas despesas e lazer, e os restantes R$5.000 para aportar em investimentos.

Ou seja, quanto menos você precisar para viver, menor será o patrimônio que você precisará acumular. Ao mesmo tempo, quanto mais você poupar, mais rápido chegará nesse patrimônio.

Em síntese: Poupe muito e gaste pouco.

#2 Quanto custa sua aposentadoria?

Agora você já sabe que precisa poupar muito e gastar pouco. Mas deve então estar se perguntando: até quando eu preciso acumular dinheiro? Em outras palavras:

Qual quantia de dinheiro que eu preciso para me aposentar?

A resposta é simples. Para um médico se aposentar com os rendimentos de seus investimentos, é preciso que o seu custo de vida anual seja aproximadamente 4% do seu patrimônio líquido.

Não entendeu? Vamos retomar aquele exemplo para ficar mais claro:

Nosso amigo médico recém-formado gasta R$5.000 para pagar as contas. Nesse caso, seu custo de vida seria de R$ 60.000 por ano (12 vezes R$5.000).

Dessa forma, para você como médico se aposentar, precisará ter um patrimônio de aproximadamente R$1.500.000 (25 vezes R$60.000), visto que 4% deste valor são R$60.000.

Como regra: Para se aposentar, acumule um patrimônio líquido de 25 vezes o seu custo de vida anual.

Achou os cálculos acima muito complicados? Podemos te ajudar a definir seus objetivos

Consultoria grátis de 30 minutos: agende agora

#3 Como chegar lá mais rápido?

Lembra dos três fatores que mencionei que vão impactar no tempo para a sua aposentadoria?

  1. Seu custo de vida
  2. O quanto você poupa
  3. A rentabilidade dos seus investimentos

Já falamos dos três primeiros, que é o seu custo de vida (que define o seu patrimônio total) e o quanto você poupa. Vamos falar agora do terceiro fator: rentabilidade.

Para não falar em linguagem muito abstrata, vamos utilizar novamente o exemplo anterior. Relembrando:

Imagine que você ganha R$10.000 por mês e poupa metade de suas receitas. Como vimos, você precisaria de um patrimônio de R$1.500.000 para se aposentar.

Dessa forma, qual o rendimento anual que você precisa ter para se aposentar em 12 anos?

Vamos às contas:

Considere que você comece a investir R$5.000 por mês e pretende em 12 anos chegar a um patrimônio de R$1.500.000.

Qual será a rentabilidade que você precisará para atingir esse montante?

Para um período de 12 anos e aplicações mensais de R$5.000, você precisará de uma rentabilidade real de aproximadamente 11,6% a.a. para atingir o patrimônio desejado:

Sobre a rentabilidade…

O quanto você irá investir todo mês e o tempo que você está disposto a esperar são fatores que estão dentro do seu controle. Já a rentabilidade é um fator de mercado, e não depende da sua vontade. Naturalmente, então, surge a pergunta:

Como eu posso obter uma rentabilidade de 11,6% a.a.?

Como parâmetro, em outubro/2018, temos as seguintes rentabilidades líquidas para investimentos de renda fixa (já descontado o IR):

É normal que você me diga: “Eu como médico não terei tempo de ficar estudando ações e investimentos, como conseguirei uma rentabilidade maior?

A Múltiplos mira um retorno médio de 19% ao ano. Esse retorno é bem superior ao que pode ser obtido na Renda Fixa e provoca um acúmulo patrimonial significativo para os nossos clientes investidores.

Nós temos essa meta pois existe um grande número de investidores da escola de Investimento em Valor que a superaram por mais de 80 anos.

Entre eles, podemos citar: Walter Schloss, Benjamin Graham, John Templeton, John Neff, Peter Lynch, Seth Klarman.

Já pensou em se aposentar mais cedo? Agende agora 30 minutos de consultoria gratuitos!

Consultoria grátis de 30 minutos: agende agora

Ou melhor, você não precisará se aposentar. Imagine o tempo que você poderá se dedicar à sua carreira ou a coisas que você gosta e deseja fazer?

Uma das melhores formas de melhorar seu rendimento no trabalho é fazer o que você gosta.

Essa é uma das principais vantagens de investir desde cedo.

Acumular patrimônio torna você livre para se dedicar ao que você realmente gosta, profissionalmente ou não.

Conclusão

Não espere a velhice para aproveitar sua vida. Comece a construir seu patrimônio.

Consultoria grátis de 30 minutos: agende agora

[Resenha de Livro] Investidores conservadores dormem tranquilos

Uma das maiores referências como investidor conservador é Philip Fisher, que tem uma filosofia que visa retornos à longo prazo e conservação do capital
Matheus Maranhão
Auxiliar de Investimentos

Como um Investimento Funciona: O Guia Absolutamente Completo

O ponto de partido para saber onde investir é entender como funciona um investimento, os riscos envolvidos e como você ganha dinheiro com ele.
Thiago Cardoso
Analista Chefe

Como Montar uma Carteira de Investimentos

Uma carteira de investimentos é um conjunto de ativos que visa diversificar o seu patrimônio, protegendo-o e aumentando o potencial de retorno financeiro
João Scognamiglio
Planejador de Investimentos

5 Grandes Polêmicas sobre a Diversificação

O conceito de diversificação nos investimentos é coberto de mitos. Entenda, de uma vez por todas, quando não diversificar os seus investimentos.
Thiago Cardoso
Analista Chefe

O Caminho mais Rápido para o Primeiro Milhão

Chegar no primeiro milhão depende de um único fator: você. Esse artigo mostra o que priorizar para atingir seu primeiro milhão da forma mais rápida.
João Scognamiglio
Planejador de Investimentos

5 Lições de Peter Lynch para você superar os profissionais

O célebre investidor Peter Lynch defendia que o investidor comum tem vantagens em relação aos analistas, se aplicar as 5 regras ensinadas nesse artigo.
Thiago Cardoso
Analista Chefe