[Resenha de Livro] Investidores conservadores dormem tranquilos

Matheus Maranhão
Auxiliar de Investimentos
27/2/2019

Quando se trata de ações, uma das principais influências da Múltiplos é o grande investidor Phillip Fisher.

Fisher é autor do livro Investidores conservadores dormem tranquilos, que é o tema abordado neste artigo.

Essa é uma obra que deve ser lida por qualquer pessoa que deseja investir em ações por 3 motivos principais:

  1. Phillip Fisher é um dos maiores nomes da história da análise fundamentalista.
  2. O livro é de uma linguagem muito acessível para qualquer pessoa.
  3. É um livro pequeno e muito barato de ser adquirido.

Clique aqui e confira “Investidores Conservadores Dormem Tranquilos” na Amazon.

Para quem nunca ouviu falar em Phillip Fisher, vale muito à pena conhecer suas obras. Ele tem uma filosofia que visa retornos à longo prazo e conservação do capital.

No livro “Investidores Conservadores Dormem Tranquilos”, Fisher descreve um investimento conservador como aquele ideal para a manutenção do patrimônio a um baixo nível de risco.

O autor explora no livro as quatro dimensões de um investimento que devem ser levadas em conta na hora de se investir, são elas:

Primeira dimensão: Características Essenciais

A primeira dimensão consiste certas características que devem ser realizadas com excelência por qualquer corporação ideal para se investir. Estas características são divididas nas áreas de produção, marketing, habilidade financeira e pesquisa & desenvolvimento.

Ciclo em Produção, Marketing, Finanças e Pesquisa e Desenvolvimento
Características essenciais

Baixo Custo de Produção

É essencial identificar empresas que têm o mais baixo custo de produção comparado a suas concorrentes.No longo prazo, são essas as empresas que possuem vantagem competitiva e dominarão o mercado.

Em momentos de crise, essas empresas são as mais resilientes a uma queda de preços e eventuais prejuízos de curto prazo.

Empresas com baixo custo de produção são mais resilientes à queda de preço e prejuízos de curto prazo.

Marketing eficiente

Para encontrar uma boa organização, é preciso identificar aquelas que sabem se utilizar do marketing. Este atributo é decisivo na hora de transmitir as qualidades e vantagens do seu produto para o cliente.

Um déficit em marketing pode representar a falência de uma empresa com um produto excelente por não saber vendê-lo.

Inovação

Outro fator importante na escolha de determinada organização, é ter confiança de sua constante busca por aprimoramento. Empresas acomodadas em suas tecnologias e processos atuais ficam defasadas rapidamente.

Inovação e investimento em pesquisas deve fazer parte do cerne de uma boa empresa.

Fisher falava disso no longínquo ano de 1975, mas essa característica nunca foi tão importante. À medida que o tempo passa, as inovações aparecem com mais e mais velocidade.

Habilidade na gestão das finanças

Por último, mas não menos importante, é essencial que uma empresa considerada um investimento conservador tenha habilidade na gestão de suas finanças.

Esse diferencial garante um melhor uso dos recursos da empresa, não só reduzindo custos de produção, mas também investindo certeiramente e otimizando os retornos.

Empresas atentas às suas finanças, podem ainda perceber ameaças aos seus rendimentos futuros e remediá-las a tempo.

Segunda dimensão: as Pessoas

A segunda dimensão, buscada pelos investidores conservadores, tem o foco no fator humano.

Depois de encontrar uma empresa qualificada nos quesitos da primeira dimensão, é preciso conhecer as pessoas que cuidam dos seus processos.

Afinal, ao investir em uma empresa, você está investindo nas pessoas que fazem parte dela.

Funcionários de uma empresa organizando o estoque
Investir em uma empresa é investir nas pessoas que fazem parte dela

Respeito pelos funcionários

É importante que os funcionários de uma organização a enxerguem como um ótimo lugar para se trabalhar.

É preciso tratar com dignidade e respeito o fator humano envolvido em seus processos.

Uma empresa que paga grandes remunerações aos funcionários no topo de sua cadeia, mas não valoriza os funcionários dos degraus inferiores pode enfrentar problemas.

Oportunidade para Crescimento dos Funcionários

Da mesma forma, são as empresas que constantemente contratam novos funcionários para níveis superiores. É mais interessante que funcionários cresçam dentro da empresa e alcancem os cargos superiores adaptados à sua cultura e forma de funcionar.

Quando, por exemplo, um diretor é contratado, ele passa por um processo de adaptação e corre o risco de enfrentar dificuldades para se adequar à cultura da empresa.

Criar espaços para os próprios funcionários crescerem é mais interessante que investir em executivos com culturas diferentes da própria empresa.

Priorizar boas relações

É importante ainda que as pessoas que façam a gestão da empresa estejam engajadas com o crescimento constante no longo prazo.

Para isso, muitas vezes a empresa vai priorizar outros fatores ao invés de maximizar os lucros do período atual.

Por exemplo, muitas vezes é mais interessante para uma empresa comprometer seus lucros imediatos para manter uma boa relação com um cliente importante, ou para capacitar e valorizar bons funcionários.

Ações estas, que trarão retornos futuros.

Terceira dimensão: Diferencial Competitivo

A terceira dimensão do investimento conservador se resume a características específicas que possibilitam a uma empresa ser melhor que seus concorrentes.

Ou seja, uma empresa conservadora deve possuir um diferencial competitivo.

Pioneirismo

São várias as formas de alcançar esse diferencial competitivo. Algumas empresas conseguem esse diferencial por serem pioneiras no seu setor.

Ao passar uma imagem confiável de sua marca e se consolidar como grande produtora do mercado, se torna muito difícil para as concorrentes tomarem uma fatia de mercado significativa.

Claro que essa vantagem inicial só apresenta resultados se atrelada com as outras dimensões do investimento conservador: uma gestão ruim pode ser desastrosa para uma líder de mercado.

Ser pioneira em um segmento pode ser um diferencial competitivo. Quem chega primeiro, não possui concorrência.

Economia de Escala

Outra forma de conseguir esse diferencial é através da economia de escala.

Alguns produtos apresentam uma grande redução do custo marginal à medida que sua produção aumenta. Isso pode tornar o produto significativamente mais barato do que a concorrência.

Por isso, é importante a busca constante por novas tecnologias que possam reduzir custos, afinal a empresa que se acomodar pode ficar para trás.

Economia de escala reduz o custo marginal do produto

Monopólios Artificiais

Empresas que monopolizam o mercado através da sua eficiência podem ser consideradas ótimos investimentos.

Porém, se o monopólio de uma empresa provém de proteção e regulações estatais, ele pode chegar ao fim repentinamente.

Por isso, monopólios artificiais representam um investimento bastante arriscado e devem ser evitados por investidores conservadores.

Quarta dimensão: Valuation

Depois de identificar os investimentos que seguem as três primeiras dimensões, finalmente chega o momento de separar os melhores dentre os melhores.

Por isso, a quarta dimensão se resume ao valuation das empresas. Investidores conservadores precisam fazer uma relação entre preço e rendimento e avaliar se ela condiz com a realidade.

Mão segurando caneta sobre gráficos em uma mesa
Valuation de empresas

As organizações que passam pelos três critérios citados nesse texto são fundamentalmente boas.

Entretanto, as empresas mal avaliadas pelo mercado são as maiores oportunidades. Ao adquirir uma boa empresa por um preço descontado, suas chances de ganhos serão muito maiores.

Isso ocorre pois além do potencial de valorização por melhora nos resultados, a avaliação do mercado tende a caminhar para um preço coerente.

Empresas que seguem as 3 dimensões anteriores são boas empresas, mas apenas avaliando o preço a se pagar que será possível dizer se é ou não um investimento conservador.

Qualquer variação brusca no preço das ações de uma empresa, representam uma mudança de avaliação do mercado financeiro.

Entretanto é preciso entender estas mudanças e diferenciar o que é especulação e o que reflete uma mudança em fundamentos da empresa.

Vale ressaltar que se esta variação do preço destoar do resto do mercado, o movimento do preço é de fato uma reavaliação da empresa, e não consequência de um fator sistêmico do mercado.

Conclusão

Gostou da resenha do livro? Deixe seu comentário!

Investidores Conservadores Dormem Tranquilos também está disponível na Amazon.

Como um Investimento Funciona: O Guia Absolutamente Completo

O ponto de partido para saber onde investir é entender como funciona um investimento, os riscos envolvidos e como você ganha dinheiro com ele.
Thiago Cardoso
Analista Chefe

3 passos para um médico se aposentar em 12 anos

Carga de plantões em excesso, e sem tempo para curtir a família e amigos? Descubra o passo a passo para um médico se aposentar em 12 anos.
João Scognamiglio
Planejador de Investimentos

Como Montar uma Carteira de Investimentos

Uma carteira de investimentos é um conjunto de ativos que visa diversificar o seu patrimônio, protegendo-o e aumentando o potencial de retorno financeiro
João Scognamiglio
Planejador de Investimentos

5 Grandes Polêmicas sobre a Diversificação

O conceito de diversificação nos investimentos é coberto de mitos. Entenda, de uma vez por todas, quando não diversificar os seus investimentos.
Thiago Cardoso
Analista Chefe

O Caminho mais Rápido para o Primeiro Milhão

Chegar no primeiro milhão depende de um único fator: você. Esse artigo mostra o que priorizar para atingir seu primeiro milhão da forma mais rápida.
João Scognamiglio
Planejador de Investimentos

5 Lições de Peter Lynch para você superar os profissionais

O célebre investidor Peter Lynch defendia que o investidor comum tem vantagens em relação aos analistas, se aplicar as 5 regras ensinadas nesse artigo.
Thiago Cardoso
Analista Chefe